No ar:
Terra Nativa - Luiz Fernando Rocha    07h00min às 08h00min

Ouvir!     

» Geral » Segurança


02/03/2018 | 11h58min

Comandante dos bombeiros de Santiago é promovido a major após 20 anos de serviço

"Essa conquista não é um mérito só meu, mas do próprio empenho dos colegas da Corporação", diz Rafael Gonçalves Pereira

Rafael Gonçalves Pereira. Foto: Cassal Machado Brum/DivulgaçãoRafael Gonçalves Pereira. Foto: Cassal Machado Brum/Divulgação

Pela primeira vez o Corpo de Bombeiros de Santiago está sob o comando de um major. E quem assume a função é a mesma pessoa que a desempenhava. O ex-capitão Rafael Gonçalves Pereira foi promovido após 20 anos de serviço e muita dedicação, que lhe renderam o novo posto.

 

"Essa conquista não é um mérito só meu, mas do próprio empenho dos colegas da Corporação, que é uma das melhores do Estado", afirmou Rafael.

 

Além de comandar o Corpo de Bombeiros de Santiago, que responde por 13 municípios, o major Rafael é professor de Direito Penal Militar, Instrutor de guarda-vidas da Região Central e Juiz da Justiça Militar do Estado.

 

Rafael diz que fará o possível para continuar em Santiago, considerando que aqui existe muito apoio, tanto da comunidade, quanto da Administração Municipal.  

 

O comandante diz que se empenhará neste ano para conseguir comprar um caminhão guindaste com alcance de 30 metros, que pode ser usado para o combate ao incêndio, cortes de árvores etc. O custo é de R$ 350 mil.

 

Para o prefeito Tiago Gorski Lacerda, a promoção do major Rafael Gonçalves é muito merecida e ressalta que, no que depender dele, fará de tudo pela permanência do major, a quem considera muito proativo, e ressalta que Santiago se orgulha de possuir uma das melhores corporações de bombeiros do Estado.

 


Veja também:


18/09/2018 | 15h11min

» Educação: Projeto "Escola que Faz, professor que acontece" será defendido em congresso internacional

18/09/2018 | 15h07min

» Turismo: Porto-alegrenses ficam encantados com o Memorial da Poesia

18/09/2018 | 11h52min

» Saúde: Faltou pouco para Santiago atingir a meta de vacinação contra a polio e o sarampo


Comentários:


Voltar ao topo