No ar:
Baita Chão - Marcelo Peronio e Marco Antônio Nunes    14h05min às 15h30min

Ouvir!      Fale com o locutor/mural

» Geral » Meio Ambiente


06/09/2017 | 09h08min

Atenção máxima para evitar a proliferação do mosquito aedes aegypty

A Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde já organizou novas estratégias de campo

Foto: Ieda BeltrãoFoto: Ieda Beltrão

Atenção máxima para a proliferação do mosquito aedes aegypty. Estima-se que a circulação maior no verão será do vírus da Chikungunya, apesar da dengue.

 

A Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde já organizou novas estratégias de campo. Na semana passada foram reservados dois dias de capacitação com os agentes de saúde e endemias, com a finalidade de mudar a metodologia de trabalho visando alcançar mais resultados.

 

De acordo com a enfermeira Bruna Oliveira reitera, no entanto, que a conscientização é a arma principal de combate ao mosquito transmissor destas doenças. Todos os lugares: repartições públicas, comércio, indústria e residências devem contar com um responsável, para que durante 10 minutos por semana, promova a retirada ou abrigo de qualquer objeto que sirva para depósito de água, além de apontar possíveis focos.

 

Bruna Oliveira enfatiza que é preciso “um olhar clínico” no combate ao mosquito que na maioria das vezes não é percebido pelas pessoas. Daí a necessidade do envolvimento de todos e não apenas dos agentes públicos no combate ao aedes aegypty e de outros animais peçonhentos.


Veja também:


23/11/2017 | 10h07min

» Polícia: Localizado corpo de idoso em Jaguari; homem foi vítima de afogamento

23/11/2017 | 09h52min

» Política: Novo texto da reforma mantém idade mínima de 65 para homens e 62 para mulheres

23/11/2017 | 09h47min

» Serviço: Último processo seletivo para estagiários neste ano na Prefeitura de Santiago


Comentários:


Voltar ao topo