No ar:
Santiago Atualidade - Paulo Pinheiro    10h00min às 11h29min

Ouvir!     Fale com o locutor

» Esporte » Futebol


13/11/2016 | 13h43min

Romildo Bolzan é reeleito presidente do Grêmio

A Chapa 1, encabeçada por ele, obteve 5.605 votos (85,3%) contra 963 (14,7%) da Chapa 2, liderada pelo candidato Raul Mendes da Rocha

Romildo e sua diretoria.  Fotos: Lucas UebelRomildo e sua diretoria. Fotos: Lucas Uebel

Romildo Bolzan Jr. foi reeleito presidente do Grêmio pelos próximos três anos, em seu segundo mandato consecutivo a frente do Conselho de Administração do Clube. A eleição, que conclamou a Chapa 1 como vencedora, foi realizada durante todo o dia de hoje com a participação dos associados de forma presencial na Arena e também pelo voto via internet.

 

A Chapa 1, encabeçada por Bolzan, obteve 5.605 votos (85,3%) contra 963 (14,7%) da Chapa 2, liderada pelo candidato Raul Mendes da Rocha. Também foram computados 28 votos nulos e 6 brancos, totalizando 6.602 associados. Foram 2.101 presenciais e 4.501 votos pela web, com o registro da participação de sócios de 24 países e 329 municípios do Brasil.

 

Além de Bolzan como presidente, o Conselho de Administração contará com seis vice-presidentes: Adalberto Preis, Claudio Oderich, Duda Kroeff, Marcos Herrmann, Paulo Luz e Sergei Costa.

 

Após a divulgação do resultado final, feito pelo presidente do CD, Carlos Bierdrmann, Romildo Bolzan concedeu entrevista coletiva no auditório da Arena. Ele agradeceu o apoio dos associados e disse que seu grande desafio é seguir mantendo o equilíbrio da instituição, focando na administração financeira e no futebol. Para Bolzan, o resultado da eleição mostra a capacidade do torcedor em compreender a situação do Clube: “A torcida quer um clube organizado em todas as áreas”, destacou.


Veja também:


26/04/2017 | 11h51min

» Gauchão 2017: Inter começa preparação para primeiro duelo da final

26/04/2017 | 10h52min

» Libertadores: Grêmio volta o foco para a Libertadores

23/04/2017 | 21h47min

» Gauchão 2017: Inter e Novo Hamburgo decidem o Gauchão


Comentários:


Voltar ao topo