No ar:

Ouvir!     Fale com o locutor

» Esporte » Futebol


19/09/2016 | 12h18min

Renato volta a comandar o Grêmio e diz, "temos que falar o menos possível e trabalhar bastante"

Adalberto Preis e Espinosa também compõem o Departamento de Futebol

 Renato é apresentado oficialmente. Foto: Rodrigo Rodrigues/Divulgação Renato é apresentado oficialmente. Foto: Rodrigo Rodrigues/Divulgação

Renato Portaluppi desembarcou no final da manhã desta segunda-feira, 19, no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. O novo comandante do Tricolor seguiu direto para Arena, onde foi apresentado de forma oficial ao lado de Valdir Espinosa, que ocupa a função de coordenador técnico, e de Adalberto Preis, novo vice-presidente de Futebol. 


O vice de Futebol, Adalberto Preis, falou de sua satisfação em voltar a trabalhar com Espinosa e Renato (ambos já estiveram lado a lado em 1986) e revelou que o vice-presidente, Odorico Roman, trabalhará ao seu lado, assim como Saul Berdichevski, que será o intermediador entre o departamento Médico e o departamento de Futebol. Para aqueles que acham que a chegada dos campeões mundiais não passa de um pensamento mágico, Preis deu a resposta: “Não há nada de pensamento mágico. Espinosa se mantém absolutamente atualizado e o Renato, nestes últimos quinze anos, foi quem obteve os melhores resultados aqui no Grêmio como treinador. Temos confiança total na qualidade do trabalho deles, com absoluto realismo”, defendeu.

 

Em sua entrevista coletiva, que encheu o auditório da Arena, Renato falou em sua satisfação de voltar ao clube do seu coração, elogiou o grupo de jogadores e falou na necessidade de vitórias: “O Grêmio tem um grupo muito bom, merecia estar bem melhor colocado no campeonato. De uma forma ou de outra vou procurar contribuir para que a gente comece a vencer, pois no Brasil, o treinador vive de vitórias. No mundo, não existe clube que não tenha uma queda de rendimento durante um campeonato. Temos que falar o menos possível e trabalhar bastante. O torcedor tem que abraçar o grupo, abraçar o clube, para que os jogadores se sintam mais seguros dentro das partidas”, declarou.

 

Em uma das partes da entrevista, ao ser perguntado como era trabalhar ao lado do treinador que lhe deu o título de campeão mundial, Renato brincou: “É ao contrário! Eu é quem dei o título pra ele. Quem corria lá dentro era eu!”, salientou, tirando gargalhada de todos os presentes. Depois, concluiu: “Falando sério agora, Espinosa sempre foi como um pai pra mim. Temos um excelente relacionamento de amizade. É um prazer enorme estar trabalhando mais uma vez com ele, desta vez em outra função. Tenho certeza que ele vai acrescentar bastante, ainda mais neste momento”, finalizou.

 

A nova cúpula do Futebol já começou a trabalhar e Renato comanda o treinamento desta tarde, no CT.

 


Veja também:


23/08/2017 | 09h58min

» Brasileirão Série B: Inter encara o Paysandu no Beira-Rio nesta sexta-feira

23/08/2017 | 09h41min

» Concurso: Viação Centro-Oeste divulga horários de ônibus para as provas do concurso da Prefeitura

23/08/2017 | 05h51min

» Copa do Brasil: Grêmio a postos para encarar o Cruzeiro


Comentários:


Voltar ao topo