No ar:
Terra Nativa -    07h00min às 08h00min

Ouvir!     Fale com o locutor

» Esporte » Futebol


31/03/2017 | 14h45min

Presidente do Inter diz que vão provar na Suíça que os documentos não foram falsificados

Foto: Leandro Behs /Agência RBSFoto: Leandro Behs /Agência RBS

O presidente do Inter, Marcelo Medeiros voltou a defender o clube no caso Victor Ramos. O dirigente se disse preocupado como a investigação pelo STJD foi conduzida e garantiu que não recorrerá à Justiça Comum, caso a Justiça Desportiva julgue improcedente o que pede o jurídico colorado.



"Vamos provar na Suíça que os documentos não foram falsificados", disse Medeiros, para emendar: "Espero que seja coincidência, no dia em que CBF coloca essa nota (acusando o Inter uma vez mais de falsificação no Caso Victor Ramos), nós encontramos dificuldade para inscrever o Edenílson. Quero acreditar que não tenha passado de mera e difícil coincidência. Não existe sociedade democrática e transparente sem imprensa livre. Passa muito pelos órgãos de comunicação que cobrem os jogos fiscalizar. Não quero trazer 2005 de volta, mas, para nós, colorados, isso foi um escândalo. Encerradas essas questões, espero que a gente possa construir uma convivência harmônica. O que aconteceu hoje com o Inter, pode acontecer amanhã com o Cruzeiro, com o Palmeiras, Chapecoense, Bahia... E eu acho que quem perde é o futebol e o torcedor.



Medeiros reforçou ainda preocupação do clube em relação à nota emitida pelo STJD, em que peritos teriam comprovado a falsificação no documento apresentado pelo Inter sobre o caso Victor Ramos.



"Ontem (quinta), no encerramento da reunião da Conselho Deliberativo, mencionei que essa questão e os litígios que o Inter está mantendo extrapolaram o âmbito nacional. A nota emitida preocupa muito. E ela deve preocupar todos os clubes do futebol brasileiro", disse o presidente colorado, que não alimenta expectativas sobre o julgamento que acontecerá na Suíça na próxima terça-feira:


"Seria leviano da nossa parte criar expectativas sobre o resultado do CAS. Há vários desdobramentos nessa matéria. O Marcelo pode ter uma expectativa, mas o clube tem de ter uma realidade para o que ocorreu dentro de campo. Não sou de acreditar em bruxa, erros acontecem".



Informações de  ZHESPORTES

 

ZERO HORA/GAUCHA


Veja também:


21/07/2017 | 09h24min

» Brasileirão: Grêmio deve ir com força máxima para o Morumbi

20/07/2017 | 09h09min

» Gente: Corpo de Paulo Sant Ana está sendo velado na Capela da Esplanada da Arena do Grêmio

17/07/2017 | 09h05min

» Brasileirão Série B: Colorado mira duelo com o Luverdense no Beira-Rio


Comentários:


Voltar ao topo