No ar:
Plantão Gaúcha - Rede Gaúcha Sat    22h00min às 23h59min

Ouvir!     Fale com o locutor

» Esporte » Olimpíada Rio 2016


19/08/2016 | 10h40min

Medalha de ouro dá visibilidade às velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze

Elas passaram a ser conhecidas como campeãs olímpicas, com toda a responsabilidade que o títulO traz

Muita comemoração. Foto: Ministério do EsporteMuita comemoração. Foto: Ministério do Esporte

Aqueles que não acompanham o esporte podem ter se surpreendido com a medalha de ouro de Martine Grael e Kahena Kunze na vela, classe 49er FX. Seus nomes, no entanto, eram vistos entre os favoritos ao pódio. As duas venceram o Mundial de 2014 e foram eleitas atletas do ano pela Federação Internacional de Vela. Agora, o status mudou. Elas passaram a ser conhecidas como campeãs olímpicas, com toda a responsabilidade que o título traz.



“Ainda há muito tempo para pensar nisso. Foi uma regata muito competitiva. Eu queria muito que tivesse outra medalha para dar às espanholas, que fizeram uma pontuação excelente. Para Tóquio, obviamente, a gente vai chegar com peso, mas há muita coisa para acontecer até lá”, disse Kahena ontem (18) à noite.

 

Foi uma regata disputada. As duplas do Brasil, da Dinamarca e Espanha chegaram à final empatadas, e as neozelandesas vinham logo depois, com um ponto de diferença. Entre esses quatro países, a posição na regata final definiria o pódio e as brasileiras tinham que garantir que as dinamarquesas não as ultrapassariam, enquanto perseguiam as neozelandesas na reta final.

 

“Quando nos falaram que ganhamos por dois segundos, eu falei: 'nossa, mas por tão pouco?'. Quando a gente saiu para a regata eu abracei a Martine e disse: 'Independente do resultado, a gente já é vitoriosa, então vamos deixar a pressão de lado e fazer a nossa regata, o que a gente sabe fazer'”, contou Kahena.

 

ebc


Veja também:


22/06/2017 | 10h53min

» Futsal: Edinho estreia neste sábado, no comando da SER Santiago

22/06/2017 | 06h21min

» Brasileirão: Lucas Barrios está relacionado para o jogo com o Coritiba

21/06/2017 | 07h37min

» Brasileirão Série B: Dirigente colorado classifica como péssima última partida do Inter e pede tempo para que Guto continue seu trabalho


Comentários:


Voltar ao topo