No ar:

Ouvir!     

» Esporte » Brasileirão


28/04/2018 | 20h42min

Grêmio joga com time alternativo e acaba superado pelo Botafogo

Tricolor enfrentou o time carioca, no estádio Nilton Santos, e acabou superado, nos acréscimos, por 2 a 1

Foto: Lucas Uebel/Grêmio/DivulgaçãoFoto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

O Grêmio abriu os jogos da 3ª rodada do Campeonato Brasileiro, na tarde deste sábado, no Rio de Janeiro. Enfrentou o Botafogo, no estádio Nilton Santos, e acabou superado, nos acréscimos, por 2 a 1.

 

Devido a semana cheia de jogos e competições diferentes, o técnico Renato Portaluppi optou por uma equipe alternativa, visando principalmente a partida contra o Cerro Porteño, na terça-feira, na Arena, pela Libertadores da América.

 

No início do primeiro tempo, o Tricolor não conseguiu manter a posse de bola como nos últimos confrontos, fator que facilitou a vida dos cariocas, que tiveram mais facilidade para se infiltrar no campo de defesa gremista.

 

Logo no início, Matheus Fernandes colocou uma bola na trave, mas na sequência o Grêmio respondeu com Alisson, que por detalhe, não marcou aos 11 minutos. O Fogão, que obrigou Paulo Victor a fazer duas grandes defesas, insistiu tanto que conseguiu abrir o marcador aos 35’, com Brenner. Mas a vantagem durou apenas dois minutos. Aos 37’, Alisson cobrou um escanteio com qualidade na marca penal, na altura perfeita para Michel subir e mandar de cabeça para o fundo da redes, empatando a partida.

 

A etapa complementar seguiu no mesmo ritmo. Renato mudou, tirando Maicosuel, Luan e Michel, para colocar Lima, Pepê e Cícero. Aos 46 minutos, na reta final da partida, o Botafogo conseguiu o gol da vitória com Gilson, que arrematou da entrada da área.

 


Veja também:


20/05/2018 | 14h57min

» Futsal Sub 15: Ser/Bola Pro Futuro empata com o União em Santa Maria e segue líder

18/05/2018 | 13h29min

» Municipal: Rodadas do Sub-23 de Campo e Sete Sub-17 são transferidas

18/05/2018 | 12h39min

» Futebol: Grêmio: de volta da Turquia, Lincon terá chance no grupo


Comentários:


Voltar ao topo