No ar:

Ouvir!     

» Entretenimento » TV


03/02/2018 | 10h12min

Adoráveis narrativas de amor e aventura inspiram "orgulho e paixão"

A nova trama da seis da Globo tem como protagonistas Nathalia Dill e Tiago Lacerda

Darcy e Elisabeta. Foto: João Miguel Júnior/Gshow/DivulgaçãoDarcy e Elisabeta. Foto: João Miguel Júnior/Gshow/Divulgação

Livremente inspirada nos romances da escritora inglesa Jane Austen, Orgulho e Paixão, a próxima novela das 6, traz uma narrativa leve e descontraída sobre os encontros e desencontros amorosos, no início do século XX .

 

No fictício Vale do Café, interior de São Paulo, nossos personagens vivem seus conflitos sociais e de conduta, que sempre se contrapõem aos desejos pessoais de cada um. A trama é recheada de paixões, aventuras e muito bom humor, claro!

 

Escrita por Marcos Bernstein, com direção artística de Fred Mayrink, a novela tem estreia prevista para março. 

 

Elisabeta (Nathalia Dill) é uma mulher à frente do seu tempo, com pensamentos igualitários e interesses atípicos para uma jovem do início do século XX. Ela deseja trabalhar, conhecer o mundo e é incentivada a realizar seus sonhos pelo pai, Felisberto (Tato Gabus Mendes), que vive às turras com a mulher, Ofélia (Vera Holtz), por pensarem diferente sobre a criação das filhas. Ao todo, o casal teve cinco mulheres – sim, são cinco girls! - e cada uma com uma personalidade diferente.

 

A personagem de Nathalia Dill entrará em conflito quando se apaixonar por Darcy (Thiago Lacerda), um homem de caráter e muito sisudo. O amor não é à primeira vista, já que os dois não se entendem assim que se conhecem. O sentimento de repulsa dará lugar a uma grande paixão, que será negada pelo casal o máximo possível.


Veja também:


18/10/2018 | 11h07min

» Cinema: “A Cabeça de Gumercindo Saraiva” traz a história de um país dividido pela intolerância para as salas de cinema

18/10/2018 | 10h48min

» Literatura: Angélica Rizzi participa da 3ª Feira do Livro de Manoel Viana

18/10/2018 | 09h40min

» Cinema: Aventura, medo e amizade por um lobo em "Alfa"


Comentários:


Voltar ao topo